SR. MONTANHOSO

 

Ele era tímido e acordava sempre assobiando. Nos dias de sol quando as águas eram calmas gostava de viajar. Geralmente avistava de longe os barcos que chegavam no cais. Adorava receber visitas e fingia sempre estar adormecido.

Dia desses uma ave Corruíra pousou em sua testa. Logo a pequena perguntou:

- Grande montanhoso você quer ser meu amigo?

- Claaaaaaaaro - Ele respondeu de forma lenta e com a voz grave

- Seria formidável morar por aqui.

Ele sacudiu a cabeça sorridente e respondeu: - Faça o ninho na árvore, aquela ao lado do meu coração.

Por Vergilio Lopes